>>Blog

Essência da Amazônia


O poderoso óleo de Andiroba

21/05/2015


Carapa guianensis Aubl é uma árvore tropical de mais de 40m de altura, nativa da Amazônia brasileira. Cada árvore produz mais de 30l de óleo. O método tradicional para produção do óleo de Andiroba é colher as sementes que, após terem caído da árvore, flutuam no rio. Em seguida, as sementes são fervidas. Depois de duas semanas o óleo é extraído com uma simples prensa chamada "tipiti".

O nome deriva de "andi-roba", a palavra tupi-guarani que refere as sementes desta árvore e que significa gosto amargo. Os índios e os caboclos da Amazônia têm usado a Andiroba por séculos. Os caboclos fazem sabonete medicinal usando o óleo da semente de andiroba, cinzas de madeiras e resíduos da pele do coco. Com propriedades emolientes, o óleo de andiroba deixa a pele macia e lisa.



MAIS NOTÍCIAS


A cosmética do Urucum

O Urucum (Bixa orellana) é uma planta tropical de porte arbustivo...

O poderoso óleo de Andiroba

Carapa guianensis Aubl é uma árvore tropical de mais de 40m de altura, nativa da Amazônia brasileira. Cada árvore produz mais de 30l de óleo.

Cosmética do óleo de Rosa Mosqueta

Na América do Sul, nas terras altas dos Andes, cresce espontaneamente um arbusto conhecido como Rosa Mosqueta (rosa aff. Rubiginosa).

Arnica: planta histórica e eficiente

A arnica (Arnica montana) é originária das regiões montanhosas do norte da Europa. O nome arnica significa pele de cordeiro, aludindo ao tato de suas folhas, suaves e peludas.